4

Petits Bonheurs


Uma das coisas que eu mais gosto por estas bandas de cá é a variedade de festivais e eventos que começam a brotar com as flores na primavera. O mais interessante é que nunca rola muvuca e sempre rolam muitas famílias com seus filhotes na rua, curtindo com a multidão.


Festivack já foi ver Carlinhos Brown no Festival de Jazz quando ainda era bem mínusculo (porque agora ele é grande, vocês sabem), várias outras performances de rua no Festival Juste pour Rire e coisas mais eruditas como a série de concertos da orquestra municipal, especialmente para crianças. No entanto, o festival que mais aguardávamos era o "Petits Bonheurs" (Pequenas alegrias). O slogan diz tudo: "Pequenas Alegrias - O encontro cultural dos pequenininhos" e é isso que é. Uma séria de espetáculos de teatro, música, dança, oficinas e eventos de rua destinados as crianças de 0-6 anos e suas famílias, obviamente, já que por mais vanguardista que sejam os festivais, ainda não autorizam crianças dessa idade a pegarem o carro e se pirulitarem sozinhas para os eventos, quanta incoerência.

Mas enfim, ano passado, quando eu descobri o festival já era tarde demais. Meses antes do evento todos os ingressos já estavam esgotados. Este ano então resolvi não marcar bobeira e mesmo assim marquei. Quando fui comprar só tinha pra dois espetáculos, mas valeu a pena. O melhor foi uma mistura de música com teatro onde duas artistas tocavam instrumentos super diferentes como o Litophone entre outras surpresas que fizeram Impressionack e sua mãe, assim como todos na distinta audiência de criancinhas de 18 meses a 3 anos nem piscarem durante toda a apresentação. Memorack agora só fala nisso, é um tal de "bong!" pra cá "u-u-u" pra lá, descrevendo com uma clareza absurda as cenas da apresentação. Aliás, ficamos até famosos e quando fui olhar a programação do dia seguinte, lá estávamos nós no site do evento, quem quiser ver a mãe e filho babões é só dar uma olhada aqui.


É isso, quando a primavera chega, a vida é bela novamente. Esse mês já fomos ver uma exposição com monte de borboletas em liberdade, não só as borboletas mas todos estão livres, Libertack e seus comparsas brincam do lado de fora na creche, comemos nas calçadas dos restaurantes, há tulipas por toda parte, voltamos pra aula de natação, de musicalização e Desestresseiko resolveu até botar em uso sua total falta de habiliade culinária e fazer pão pra comemorar os longos dias de sol. O que, obviamente, não tem nada a ver com nada, mas achei importante dizer. Até porque o pão ficou até simpático, mas o gosto...bom, o pão foi pro lixo, mas o que importa é que o sol e as pequenas alegrias primaveris, estes vieram pra ficar, ao menos até Agosto.








PS - O dia das mães foi tão divertidamente ocupado que não deu tempo de postar, mas pra todas as mães por aí, Feliz dia das mães (adiantado pro ano que vem ;-)

4 comentários:

Bibi Move disse...

ahhh, agora eu entendi tudo também!
Adorei a foto do site- vocês dois sairam tão parecidinhos!
O festival das borboletas foi no biodome?
eu quero levar minha mãe!

Sandra e Evaldo Vicente disse...

e a foto de voces esta no site do evento!!! que maximo!!!

Flavinha disse...

Que delícia de evento! E que bom humor para escrever!
Ah! E obrigada por desejar feliz dia das mães adiantado para o ano que vem, pois até lá já quero ser uma!
Beijos

Queila disse...

Menina, eu nao sabia dessa historia do Petits Bonheurs nao. Vou ficar esperta para o ano que vem! :)

Voce ainda esta no Kindermusik do Maman, Bebe et Cafe? Eu estou fazendo a aula de salsa mas quero fazer a aula de musica na sessao do verao.

Um abraco e obrigada pelas dicas!
Q