26

Só sei que foi assim...

Estamos de volta ao mundo dos que não tem uma enfermeira tirando sua pressão, temperatura e perguntando sobre seu xixi e cocô a cada 2 horas. Ah, como eu amo esse mundo de cá! Sério, descobri que eu não gosto de dar satisfação sobre meus movimentos internos. E se a bebê só mamou por 10 minutos e caiu no sono isso é problema meu e não venha me dizer que eu não tentei "hard enough", você não sabe nada sobre minha vida! (Certo hormônios, agora controlem-se. De repente, mas só de repente, ela só perguntou porque faz parte do trabalho dela).

Do lado de cá também, existe uma casa em estado de caos absoluto. Eu falei caos?? Não, caos estava quando eu saí na terça-feira, hoje isso aqui está pior do que...nossa, incrível, não consigo pensar em nada que possa estar pior do que a situação da minha casa...Faixa de Gaza depois dos bombardeios me vem a mente, mas a comparação ainda seria injusta. Com vantagem pra Gaza, obviamente.

Mas bom. Sinteticamente falando a sequência de fatos foi esta: Sangramento. Hospital. Internação para observação. Contrações (será que eu estou sonhando?).Mais contrações (não, acho que não é sonho não. Melhor chamar a enfermeira).Cesárea de urgência. Bem-vinda ao mundo nenezinha!

A versão menos sintética pra quem tem paciência ou é muito curioso foi assim. Fui pro hospital com sangramentos na terça de manhã. A noite fiquei lá presa e no meio da madrugada comecei a ter contrações. Papito voltou correndo e chegou a tempo de sentir os chacoalhões pra tirar a coisinha do seu lugar quentinho, escutar um choro forte fortíssimo e cortar o cordão, ele já é experiente no assunto. Me chateou só ver a bichinha um pouquinho de nada e depois ficar de molho por 3 longas e tediosas horas na sala de recuperação esperando meu dedão do pé voltar a mexer enquanto sabe-se lá o que faziam com a minha nenê ainda sem nome.

Mas...3 horas passadas, um leve ataque histérico seguido de palavras muito gentis do tipo: Eu quero minha filha AGORA! E tudo resolvido. Mamazinho dado, ufa!Ela estava realmente alí.

Horas mais tarde chega Irmãozack e não podia ter sido mais lindo. Ele abre a cortina do quarto e solta contente:
- Minha irmãzinha!
Irmãzinha em cima de mim, irmãozinho sobe na cama e com a cara mais fofa do mundo, que já lhe é peculiar, começa a exploração ao mundo da irmãzinha encantada:
- Olha mamãe, a orelhinha dela! O cabelinho dela!
Levanta o cobertor e solta surpreso:
- Ela tem fraldinha! E o pezinho! Eu quelo pegar no colo!
Muitos carinhos e beijinhos depois, ele já estava satisfeito.
- Agola eu quelo vê filme.
Muito justo.

O tempo de molho no hospital pós-cesárea é de 72 horas. Nesse período dividi o quarto com 3 outras "famílias de parto normal". Bom...nada é perfeito e realmente eu tive minha cota de hospitalização por esse ano, ou por essa vida. Decidí que quando eu morrer não vou pro hospital (bom, provavelmente vá pro cemitério, mas digo, antes de morrer). Sério, não quero mais brincar disso. Sobre cesárea X parto normal vou fazer um post inteiro qualquer dia desses, o tema merece. Sobre não ter visto, ouvido ou se quer recebido uma ligação de nenhuma das "minhas" duas médicas (de família e obstetra) não quero nem comentar. O médico que fez minha cesárea não se deu nem ao trabalho de se apresentar ANTES da cirurgia. Mas depois de tudo devidamente costurado ele foi simpático, veio do outro lado da cortina e disse:
- Olha, a gente não se conhece, mas parabéns.
- Certo. Obrigada viu?
Ouço os otimistas de plantão dizendo que pelo menos, não desembolsei nada por isso, o que não é verdade já que eu pago quase $1000/ano de seguro da faculdade que me dá direito a um quarto semi-privado - com duas camas ao invés de 4. Mas enfim, faz parte do pacote "imigrou porque quis, agora aguenta". E o pacote de formulários para preencher e receber os benefícios mensais do governo pra criança dão uma compensada.

Quem me deu alta do hospital hoje foi um estudante de medicina. Se eu soubesse que a coisa estava diminiuindo em anos de estudo, eu não teria reclamado da residente que me atendeu da outra vez, pobrezinha. Quando ele tirou o curativo e me mostrou a cicatriz eu quis chorar. De alegria por finalmente lembrar que existe vida abaixo da minha barriga, mas de muita tristeza ao ver o tamanho da coisa e pior, dos grampos. Sim, grampos, do tipo que se coloca em papel, não em barriga!! Me digam se eu estou enganada mas no Brasil não tem uma parada de uma colinha muito da discreta? Bom, na segunda os grampos vão embora e aí veremos o tamanho do estrago. Minha barriga, que já não estava essa visão do paraíso depois da gravidez número 1, agora virou a visão do inferno de vez. Um misto de geleca (aquele dos "Caçadores de fantasmas") com gambá (com uma linha preta no meio) e um toque final de Jason e Frankstein. Coisa linda.

Em casa, apesar de apenas 8 meses sem amamentar eu tinha esquecido como é essa sensação nos primeiros dias. Por um lado, nada mais lindo do que uma nenezinha desesperada que se acalma em dois segundos ao ganhar leitinho da mamãe. E saber que tudo que ela precisa na vida é isso e amor. E ambos abundam. Por outro lado, essa sensação física de "eu sou uma vaca" e ter o peito cheio até o pescoço e tudo pingando e tudo que te toca cheirando a queijo minas não é das mais confortáveis.

Resumo da ópera: Agora nossa família tem mais cara de família. Agora tenho uma menininha gostosa pra empetecar e encher de lacinhos e sapatinhos e tantos outros "inhos". Agora eu sei que é verdade, no coração de mãe sempre cabe mais um e é tanto amor, mas tanto amor por uma criaturinha que eu conheço há apenas 3 dias e ainda assim, nada muda o amor pela outra criaturinha que conheço há longos 2 anos e 8meses. Maridão tá bobo e eu também. É muita bobeira e babação. É muita alegria dar vida a uma vida.

Essa gravidez foi chatinha.Foi cansativa, senti muita dor e reclamei muito. Ainda não sei se vou ficar diabética pra sempre ou não. Se ficar, vou reclamar mais. Mas de uma hora pra outra, tudo no mundo se resume a uma palavra: Amor. E é só isso o que realmente importa.



26 comentários:

Josi disse...

Parabéns!!!!!
Lindos filhos!! Mas e o nome?

Re, Li e Lily disse...

Foto emocionante...Parabéns!
Bjs
Renata

Camila disse...

Ai, Keiko...

Tem tudo a ver com a maneira como você escreve.

É isso... A gente não se conhece, não tem conhecidos em comum, mas eu fiquei sentida (embora não seja nenhum bicho de 7 cabeças) com a sua diabetes gestacional, fiquei ansiosa pela reação de Zack à irmãzinha, fiquei mais ansiosa ainda pra ver a carinha da sua baby, levei a sério a enquete sobre o nome que a número 4 da família teria (vide meu comentário enorme no referido post) e fiquei com aquela lagriminha de canto de olho quando você falou de Amor, começando em maiúsculo.

Aí, não bastasse a sua maneira de escrever (da qual sou fã, saiba), você publica uma foto das suas crias (das vidas a quem você deu a vida, como você mesma disse) e é como se meu coração parasse de bater por um instante porque essa imagem tira o fôlego de qualquer um.

Pronto, agora que voltei a respirar normalmente (heheheh), desejo, de coração, que a família que vocês estão construindo seja a mais feliz de todos os tempos.

Um grande beijo!

Lilian disse...

AH, que lindo. E, sério mesmo que você pode mesmo ficar diabética permanentemente? Nossa, que coisa.

Mas, claro, você ficou nos devendo o nome da criaturinha!!! Está querendo nos matar de suspense, né? Já que no fim a chegada dela foi tão de surpresa assim.

E eu que devia estar SUPER grata que você com tão poucos dias do nascimento da neném já veio dar o ar da graça no blog... Desculpa aí! ;-)

Bom, um beijinho nos seus dois fofinhos... o Irmãozack deu um show de bola, hein??? Espero q este chamego todo continue pra sempre... ah, que fofurinha...

Mrs. Bee disse...

Parabens!!! Quase chorei lendo a historia do nascimento da sua fofa...perdi o post onde voce postou o nome dela? que fofucha!!! realmente, desse lado do equador a ginecos e medicos nao sao la' essas coisas... estou acordada pensando na ultima consulta que tive que o gineco que ajudou no parto da minha filha... ainda choro so' de pensar... espero que a diabetes desapareca! amei a foto! ela nasceu com quantas semanas/peso/altura? um abraco e parabens!

Kell disse...

Que coisinha mais fofa e que post mais lindo! Parabéns Keiko!
Você falando da cicatriz me lembrou uma propaganda da Dove sobre cicatrizes que é a coisa mais linda. Se eu achar, te mando.
Beijos! Em todos.

Sandra e Evaldo Vicente disse...

Que foto linda!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
E o nome?
quando a gente pode visitar?
depois tenho que te contar sobre o seu filho na igreja ontem. fiquei impressionada.
beijins

cecisantiago disse...

Ai Keiko,
estou em lágrimas aqui...snif! Que emoção o final do post...porque o início e meio estão mais pra história de terror....mas vai ficar pra outro comentário,pois este vou aproveitar pra te desejar tudo de bom com sua família linda, pra te dizer que filhos são umas bençãos de Deus e que a foto no final, fechando com chave de ouro, encheu meu coração de amor e alegria, e certeza que terei sim outro filhote pra encher minha vida mais e mais felicidade!!!!!PARABENS!!!!Mil beijos pra tida fam'ilia e pra a "sem nominho" mais linda do mundo!!!!Cissa (e' com cedilha mais nao t'a saindo!)

Anônimo disse...

irmazinha...to até emocionado....
como pode ser tao fofo(a), inesquecivel e tipo 'uau!!' 'coisas' tao pequeninhas e frageis deste jeito?
muuita, muitas e mais um monte de muita vontade de 'apertar até esmagar os osssos' como a gente falava...
que Jesus continue abencoando este lar q mesmo podendo ser chamado de "caos, doce caos" é sem dúvida nenhuma referencia de "feliz, beeeeem feliz"...
amo vcs...
Denilson

Mirian disse...

Que lindo! Vou chorar! Dessa vez teve até foto dos dois, rsrsrsrs :)

Anônimo disse...

Parabéns!!! Mas estou curiosa, e o nome? Escolheu qual? Felicidades pra família!
Lisiane

Laila disse...

Parabéns! Fiquei emocionada, terminei de ler seu post com os olhos molhados!
E muita saúde para a família toda.
Laila

Priscilla, Mauricio e João Pedro!! disse...

Ola Keiko,

Adorei o post! Fico feliz por vcs 4! Realmente Amor é o que importa.

Parabéns,

Pri, Mau e JP
ps: Qdo amamentava a pediatra do meu filho me chamava de Mimosa, hehehe.

Paula disse...

Parabéns pela família comercial de margarina!!! Seus filhos são muito lindos!!!!!!

bibi move disse...

nome!nome!nome!nome!
muitos abraços e torcida pra uma boa recuperação.
o zack é um super irmãozão!
beijocas
bibi

Isabela disse...

Lindo seu post, até fiquei emocionada ao ver a fotinho dos seus babies.

Parabéns Keiko! Sua família agora ficou ainda mais linda com a chegada da sua filhinha (qual o nome dela mesmo?)

Bjs,

Isabela.

Eva disse...

Linda!!! Linda, linda!!!

Parabéns pela chegada da princesa!
Parabéns pela família linda!

Curiosidade: qual o nome escolhido para a princesa?

Beijos

.Mariana.Daniel. disse...

Oi Keiko!

Que lindo o seu post! Parabéns pela filhota!!! E o nome? Pensei que tinham decidido naquela pesquisa virtual... ahahaha

Tudo de bom para vcs 4!

Beijos,
Mariana

Anônimo disse...

Parabéns Keiko! E o nome da nenezinha, qual é?

Chris

Carla disse...

Parabéns Keiko!!!! Família muito linda!
A cicatriz da cesárea desaparece e vira lenda viu? Palavra de quem já fez 4, mas com aqueles pontos absorvíveis, nunca tinha ouvido falar em grampos,
Muito mais Amor e muita saúde pra toda a sua família,
Bjos!!!

Deby disse...

Parabéns, Keiko!!!
Que linda sua filhinha. E essa foto?? Linda!
Que nosso bondoso Deus continue te abencoando e cuidando dos seus pimpolhos.
bjinhos

***TATTY* disse...

Fala sério! Que duplinha mais fofa hein?
Parabéns de novo!!!
E....só pra não dizer que eu fui a única que não perguntou.......E o nome????? kkk
Que venham mais 3 então né?
BJUS

Thiago disse...

Pow Keiko,
Que momento emocionante!
Mas como eu já vi a nova herdeira dos Thommas e tudo o mais, só vim pra dizer que você também foi pega pelo MEME.
Mais informações no meu Blog.
Valew.

Claudia Borboleta disse...

Querida Keiko e keikinhozitos...Parabéns pela linda família, agora em versão completa! O segundo sempre dá mais trabalho...minha segunda gravidez foi assim: dor, cesárea...Mas a gente tira de letra...guerreiras!
Cuida dessa alimentação que a diabetes vai pro espaço amiga! Se Deus quiser! E se não conseguir mais blogar, lembre-se que a moda agora é o twitter!

Queila disse...

Quanta alegria Keiko! Parabens para a linda familia. :)

Q

Anônimo disse...

Oi Keiko,

Eu sou o Joca e também tenho uma Keiko que me obriga a tirar os sapatos para entrar em casa, um casal de keikinhos, mulher com diabettis gestacional e outras coincidências.
Parabens pela familia.