8

Frustrações linguísticas...

Como só estou fazendo pesquisa, e morro de saudade de de estar com crianças (dos outros, daquelas que a gente tem que planejar para estar junto, e não está junto espontanemente), "peguei" um menininho pra dar aula de música.

Acontece que nesta cidade bilíngue, onde quem fala inglês tem sotaque ao falar francês e vice-versa, o menino tem o melhor dos dois mundos: uma mãe americana e um pai francês, logo, fala as duas línguas perfeitamente, aos 6 anos. Coisa que umas e outras, aos quase 26, sofre pra fazer.

Outro dia veio me falar, inconformado, que já sabia contar até um milhão em francês, mas em inglês só até 40, porque ele vai pra escola francesa, que não era justo...eu ia dizer que o que não era justo era eu ainda cometer mais erros do que ele poderia contar ao escrever em francês, que injusto mesmo é a fome no mundo, mas achei melhor ser solidária e concordar...é péssimo só saber contar até 40! E compartilhei minha história, que só aprendi a contar até infinito com 7 anos...e só em português, que ainda havia esperança...

Hoje, como em outros dias, veio ele me corrigir, durante um jogo de solfejo:
Eu: - Dó, Ré, Mi
Ele: - Keiko, não é "Ré", é "RRRRRé" (com um R escarrado que só franceses são capazes de fazer e com um "e"que é qualquer coisa impronunciável entre o "ê" e o "'é"), por que você está falando Ré?
Eu: - Bom, eu não consigo falar RRRRé, Olivier...
Ele: - Como pode? Não, vc consegue, olha: RRRRRRé
Eu: - Ré...
Ele: - Não...RRRRRé
e por aí foi...até que ele, inconformado, desistiu, não sem antes soltar uma:
- É, vc é estranha...

Não fosse suficiente, ainda tive que ir pro curso de Francês depois da aula e escutar a professora reiterando para todos os alunos imigrantes, tão inconformados quanto Oliver comigo, que para masculinos e femininos, acentos e terminações de palavras, assim como no nosso bom Português...não tem regra, tem que aprender...só isso? Ah claro! Por que não avisou antes? Pffft!

Daqui a pouco vai ser Poliglack me corrigindo...c'est la vie...diriam por aqui...

Semana que vem vou passar pelo exame oficial de Francês, que determina se estou apta ou não a trabalhar como TO (porque todo mundo sabe, quem não sabe falar RRRRRRé, boa pessoa não é!), por favor, seja bacana e não pergunte sobre o resultado, pra mim já é certo...

8 comentários:

deby disse...

Sou louca p/ aprender francês e tô enpolgadíssima com o curso q abriu aqui na cidade. Acho q vou lá ver qto custa...(nossa! nem quero saber..rsrs)
Deus te abençoe no exame e capriche nos RRRRRs...hehe
baiser

Sandra e Evaldo Vicente disse...

Keiko,
On dit que l'accent "carioca" aide dans le français et l'accent "paulista" aide dans le anglais. Le "carioca" prononce le "R" du français facilement. Ce a été dificile pour moi d'accepter mon fils de me corriger pour la prononciation de le mot "orange". Il a eu seulement deux classes de Français!!! Il m'a dit que ne se prononce pas la lettre "a" autant ouvert comme j'ai fait. Le "R" français a été facile pour lui, mais je ne peux pas dire la même chose du "R" paulista. C'est un défi pour nous et c'en est très facile pour les paulistas quand ils apprendrent le anglais. Mais, la culture americaine est presente ici dans les magasines, TV, restaurants, etc et les enfants brésilens aiment beaucoup parler anglais. Viu só em que pé estou? Aproveita e me corrige como exercício pra você. Não no português, que aí vai ser triste. Mas pela sua cabecinha acho que você se dará muito bem no teste. Prometo não perguntar o resultado, ok?
;-)

Marrrrrrrrrrcia disse...

Entao Keiko, estou ansiosa para saber o rrrrrrrrrrrresultado na semana que vem. Vou te ligar.

Keiko disse...

Deby:
francês é mesmo como rapadura, é doce, mas não é mole não...(essa é velha!)

Sandra:
De duas uma, ou vc está muito boa no francês, ou eu estou muito ruim, pq não achei (quase) nenhum erro...
Para a alegria de todos, vamos pensar que vc está muito boa. Não, agora sério...CARACAS!!!! Ta mandando muito bem!
É isso, nasci no estado errrrado.

Márcia:
Cerrrrrto, zoa mesmo, vai ver onde vc vai vir filar rrrrrrrango qqer dia desses ;-)

***TATTY* disse...

Aluninho abusado esse seu hein?!
kkk
Boa SORTE...

Lana disse...

Dear Mrs. Freak, don't push too hard :). O mamutinho poliglota sempre irá falar qualquer língua que aprenda até os 10 anos melhor que você, seja inglês, francês, mandarim ou finlandês... c'est la vie. Beijos, Lãná (hahaha)

Sandra e Evaldo Vicente disse...

Keiko,
Fala sério!
Tô terminando o Forum 1 esta semana. Ainda tô mal. Entendo e na hora de falar dá aquela esquecida dos básicos. Hoje no almoço falamos de você. Fomos a um almoço de despedida do Ronnye Dias (irmão da Nirley) que está indo para o IABC. E aí eu contei daquela sua experiência com o Zack em NY no aeroporto e da sua coragem e otimismo. Eles pronunciaram aquela mesma frase: "ah! o zack é tão fofinho!". Esse seu filho é uma unanimidade!!!
;-)

Eva disse...

Oi Keiko, adorei sua visita lá na minha casinha.
Em relação ao francês...eu comecei a estudar no início do ano passado na Aliança Francesa aqui. Mas estou tão desanimada que as matrículas desse semestre já estão para terminar e eu ainda não decidi se continuo ou não. Eu estudo, faço prova e passo. Só que antes de começar o novo semestre eu pego o Fórum 1 e parece que nunca vi aquilo na minha vida. Sem falar na minha colega aqui do trabalho que fica tentando conversar em francês comigo e eu do alto da minha burrice acabo falando metade em francês e o resto em inglês. Acho que meu cérebro acha que qualquer língua estrangeira serve, rsrs.