11

Males necessários e bens inesperados

Essa semana não teve jeito, decidí, decidí, nada me impede. Depois de comer um chocotone, uma caixa de Nhá Benta de Maracujá e um pacote de Chocolícia, lá fui eu, paguei pra um ano. É isso, agora eu estou matriculada em uma academia, pela sei lá...vigésima vez? Mas dessa vez vai, ah vai...já fiz aula de step e já estou com dor muscular até na pálpebra, mas como dizem por aqui, "no pain, no gain". Enquanto eu estava pagando minha anuidade o moço da academia, vendo minha cara de total desespero e descrença me pergunta se está tudo bem. Ao que eu respondo: "E como poderia, meu caro?? Eu estou pagando um ano de academia! O que significa que de duas uma, ou eu vou fazer academia por um ano, ou eu vou ficar com peso na consciência por um ano - e nenhum dos dois cenários me traz qualquer alegria".

E por falar em dinheiro gasto com coisas odiosas, essa semana fui também ao dentista. No Brasil te roubam no semáforo com caco de vidro (eu mesma já fui roubada umas 3 vezes assim), aqui te roubam no consultório dentário com um uma broca (sei lá eu como chama aquilo). Entre ser furada com um caco de vidro ou ficar duas horas com aquela maledita maquininha fazendo zzzzzzzzzzzz e pegando a raiz do seu dente, sei não...Sem contar que nos assaltos lá em Sampa só me levaram uns "10 real" cada vez. Teve até uma vez que o mocinho meliante disse "obrigado tia". Por aqui os males do corpo são curados "de grátis", já os do dente...você paga e paga caro que é pra lembrar bem a cada vez que ficar com preguiça de passar fio dental. E ninguém me agradeceu pelos vários dólares deixados pra trás.

Pois é, acabei a semana mais pobre, com mais dor e tudo estaria perdido não fosse eu receber uma caixa vinda de Los Angeles, de uma amiga que vive mandando roupinhas pro Zack, presentinhos, aquele tipo de pessoa que você não entende como pode pensar tanto nos outros e ser tão querida. Enfim, na etiqueta identificando o que tinha dentro vinha escrito: "Baby shoes" e eu já estava feliz, mas quando eu abri descobri que os "baby shoes" eram na verdade 2 GOIABAS !! Me fale de alegria... Me fale da sorte que é ter uma amiga do outro lado do outro país que do nada resolve te mandar duas goiabas?

Então fiquei pensando...nada é tão ruim assim, enquanto houverem amigos e goiabas, ainda há esperança, mesmo fazendo ginástica e obturação.

PS - Pra quem não sabe, goiaba é uma das minhas frutas preferidas, se não era, ficou sendo depois que vim pra cá.
PS2 - Nesse país as raras goiabas que se encontram vêm do Brasil, custam $3 em média (cada) e não tem gosto de absolutamente nada. Já as da minha amiga, são plantadas no quintal da casa de alguém que trouxe uma muda clandestina do Brasil e sendo L.A. e não esse freezer onde moro, a goiabeira cresceu feliz e dá frutos docinhos e suculentos como os originais "made in Brasil".
PS3- Alguém por favor conhece outro alguém com uma Jabuticabeira clandestina no quintal? Porque essa semana eu me desesperei ao chegar a conclusão que talvez nunca mais eu coma Jabuticaba na vida! (Nunca é época quando eu vou pro Brasil!)

11 comentários:

***TATTY* disse...

Então quer dizer que nem chegou o que eu te mandei...hummmmm...deve tá lá no escritório...será? kkk
Nossa...tô super orgulhosa de vc!!! Academia!!!!! Afff...Minha coragem não me deixa chegar a tanto....Mas tô apostando que vou emagrecer uns quilinhos agora sem empregada e passando fome...kkk...
Keiko...você gosta de jaca???? kkk
Bjus

Bibi Move Scliar disse...

ai keiko, mil coisas pra comentar:
jabuticaba é a minha perdição também...e pitanga! Quando fui pra floripa em maio passei vergonha na casa do meu sogro: todo mundo papeando na varanda, comendo churrasco e bebericando cerveja e eu passei HORAS trepada nas pitangueiras, não consegui controlar!
Quanto à Goiaba, eu mato a vontade com aquele suco CERES, você já experimentou? Não tem açucar e realmente quebra o maior galho, é bem natural.
Concordo PIAMENTE com o asslto-dentário, é uma vergonha e quanto à academia eu tenho tido pânicos noturnos, porque antes de hospedar o menino-peixe na barriga eu dançava todos os dias e até agora não consegui encontrar uma atividade prazeirosa fisicamente que possa ser feita com a pelota na barriga. Sendo assim, em desespero percebo estar me transformando na mulher elefante (e nem como chocolícia nem nha-benta hein?)
so-cor-ro!!

Alê Spissoto disse...

Keiko, acompanho se blog sempre, aliás, quem descobriu foi minha esposa, Lisiane, que virou sua fã de cara. Super beijo.

Lilian disse...

Sofro do mesmo mal, a "síndrome do desespero de nunca mais comer jabuticaba." Na verdade quando eu ainda estava no Brasil mesmo era RARÍSSIMO eu comer jabuticabas, pois nunca coincidia de eu ir para uma zona rural (ou a casa da minha avó em plena Curitiba, meus pais foram esse mês passado e se deliciaram) na época da mesma.

Acho q a última vez foi numa viagem do CCG pra hmmm, esqueci a cidade, lá na divisa com Goiás, Macena? ah, Dracena!! Comi com um desespero de náufraga. Foram nos idos de 1995 (eu já tava casada).

Mas se nós ficarmos por aqui, assim q nos estabilizarmos na questão "vistual" eu irei marcar uma viagem de fim de semana pra novembro e IREI comer as ditas pretinhas deliciosas. Ahhhhhh....

Mas vc já comeu pitomba? Essas sim, frutas "raras" do nordeste, eu acho q nunca mais vou comer :(

Parabéns pelas goiabas!!!

Sandra e Evaldo Vicente disse...

Me diga quanto etsa academia te custou. Please. Vou fazer o mesmo esta semana. Mas, preciso ter uma ideia de valores antes... E como arruma tempo?
Bem, fico aguardando a reposta, viu?

cecisantiago disse...

Figura,Keiko minha filha,voc� � uma FIGURA!!!N�o se l� pro sudeste vcs usam essa termo,mas aqui na Bahia eu uso D+!Tomei uma caipiroska de jabuticaba semana passada:� a �poca de tomar roskas com as frutas da �poca...n�o gostei l� muito n�o,afinal prefiro siriguela...caju...umbu...poxa,vou parar por aqui pra n�o mat�-de inveja....mas pense que tamb�m fico com inveja dessa neve linda que deve estar por a�ou perto de estar quando bate um calor�o,mesmo num dia nublado como hoje e que o pobre filho de 2 meses tem que ficar de fralda pra n�o derreter...!Acha que ser� muito ruim pra ele se eu for pra� em Janeiro ou fevereiro?Afinal as crian�as d�i vivem com o frio,mas o marid�o t� meio preocupado,pois ele j� nasceu no calor...!
Bj�o,Ci�a

Fasciutta I & II disse...

Aaaahhh!! Eu amo academia!!! Madrinha, eh serio, vale a pena, eu prometo!! Pergunta se eles tem aula de Body Pump (que eh basicamente uma aula de musculacao). Prometo que eh um jeito rapido e excelente de definir o corpo e emagrecer - lembre-se q qto mais massa muscular e menos massa gorda, maior eh o seu metabolismo!
Aulas cardio tbm sao boas, claro, mas o ideal seria se vc conseguisse aliar trabalho muscular primeiro e depois cardio. Ai credo, to ateh parecendo professora de Ed. Fisica.... eh isso que dah malhar 5 vezes por semana. =/

Enfim...eu nao gosto de jabuticabas, mas sei como eh a sindrome do "eu quero mas aki nao tem". Eu tinha isso com coxinhas e pamonhas....ai ai ....

Bjus (afilhada)

Flávia disse...

Keiko,

Nossa, raramente digo isso a você, mas não tenho NADA em comum com este post !

1- Academia ? EU ??? Tô fora !
2- Dentista ? Não sou normal, nunca tive cáries. Deveria ser estudada pela medicina e ficar rica vendendo minha saliva em pílulas. Só vou ao dentista para fazer limpeza e isso meu emprego paga.
3- Goiaba ? Jabuticaba ? Nunca brigaremos pela mesma salada de frutas !

Ah ! Numa coisa sou igualzinha: ADORO receber encomendas de amigos pelo correio !

Beijinhos.

Isabela disse...

Oi, Keiko!

Adoro goiaba tb. Nunca achei goiaba vermelha por aqui, mas a branca eu compro num supermercado chamado Adonis na avenue Sauvé. Ela é bem saborosa, viu. Só não me lembro o preço.
Lá tem outras frutas mais difícies de encontrar como; Pinha, Caqui, mas não tem Jaboticaba... rsrsrs.

Bjs,

Isabela.

Chris disse...

Keiko, essa semana não parei de pensar nos biscoitos passatempo recheados que vc mencionou há uns dias. Agora chocolícia...assim não dá! A goibada eu passo, mas que falta me faz um maracujá.

Abraços!

Claudia disse...

Amo Goiabas, brancas ou vermelhas. Minha infância teve amoras, pitangas e carambolas...Ui que saudade disso tudo. Mas tem de ser do pé, que no supermercado não tem gosto de nada!
Jabuticabas, têm umas enormes na feira...Minha mãe compra toneladas para minha filha!