13

3 anos - Meu meninão.

Começo a escrever este post com um aperto enorme no coração. Aonde está meu nenezinho? Virou um meninão. Era só outro dia e meu nenezinho alcançava com muito esforço o botão "SS" no elevador (o mais baixo, da garagem, ou do "Tio Silvio", de acordo com ele), agora sem esforço nenhum, meu meninão alcança o número 4, onde moramos, e esticando o pé já alcança o 5, não dá pra entender. Não digo que é grande, nem gorducho, aliás, meu meninão insiste em ficar no menor percentil de tamanho e peso, mas não deixa nenhuma dúvida que virou um meninão, meu meninão magricelo.

Meu meninão mudou a galopes no último ano. Na área "acadêmica" já conhece todas as letras e vive "lendo" por aí, além de escrever algumas como o "T", ""J" e "O". Também conhece os números e sabe contar de verdade querendo tirar foto "de vocês três aí", contando as colheradas de comida que faltam para poder ir brincar e lógico, contando quantos anos ele já "ganhou"- 3, não há dúvidas. A irmãzinha, no entanto, não ganhou nenhum número, mas ganhou uma letra, a letra "N", constatou meu meninão ontem quando eu disse que a irmãzinha não tinha nem um ano. Letras e números são parentes, afinal. Meu meninão sabe o que é maior ou menor (sabe que sua irmãzinha é maior do que a nenê que fomos visitar no hospital, mas que é menor do que ele, BEM menor, aliás, é pequenininha assim - mostrando com os dedinhos algo do tamanho de uma moeda). Meu meninão conhece todas as cores, descartando o diagnóstico de daltonismo dado pela mãe alucinada. Não só conhece as cores como agora virou controlador de trânsito e ai de quem atravesse a rua ou ande de carro com o semáforo vermelho. Meu meninão tem futuro. Se não for escritor ou matemático vai poder trabalhar na CET.

Meu meninão faz caras e bocas realmente únicas. Joga charme pra todo lado, é realmente conhecido como o "Casa Nova" da escolinha. Como o seu papito, meu meninão não consegue tirar foto com uma cara padrão. Tem que fazer careta e cada vez uma diferente. Aprendeu a piscar com um olho só e fica piscando e mexendo a sombrancelha pra cima quando quer dar efeito a uma frase. E se tem uma coisa que meu meninão tem são frases de efeito para acompanhar suas sombrancelhas falantes. Se não trabalhar na CET, meu meninão vai ser ator, certeza.

Aliás, meu meninão sabe usar frases. Como fala essa coisinha! Desenvolve idéias próprias, raciocínios complexos do tipo: "Mamãe, vamos fazer um game...não, um jogo! Você é a Robin (a professora da escolinha) e eu sou a Neela, porque a Neela ficou quietinha e ganhou sticker. Olha, eu tô quietinho, pergunta se eu quelo um sticker...". Meu meninão pega seu telefone e liga pro povo no Brasil, para os amigos, combina encontros, bate um papo danado. Meu meninão tem um Português pra lá de bom, mas as vezes dá umas misturadas do tipo: "Ah mamãe, olha o "feetinho" da irmãzinha como é bonitinho!", ou " eu tô jumpando muito alto, olha!", ou ainda as minhas confusões favoritas de pronomes: "Essa é a papai cadeira (daddy's chair)". Meu meninão tem amiguinhos francófonos na escolinha e outro dia, enquanto espiava meu meninão brincando por lá peguei um diálogo impagável: "Enzo, this is my bouteille, c'est a moi, ok? - E olhando pra mim: A garrafa é minha mamãe!". Se não trabalhar na CET nem for ator, meu meninão vai dar um ótimo tradutor.

E mais do que tudo, meu meninão é um compositor. Inventa letras e melodias o tempo todo. Vivo fazendo vídeos das novas músicas que incluem situações vividas, frases aprendidas, pedaços de histórias e por aí vai. Meu meninão reconhece sozinho vozes diferentes em uma música de quarteto. Outro dia inventou um jogo onde cada um de nós tinha que cantar uma voz de uma música do quarteto do Papito: "Papai canta o agudo, mamãe o outro médio e eu sou o Steve (o baixo), vou cantar bem grave...aaaa, mas e quem vai ser o Folou? (o barítono), ah ja sei, a irmãzinha! - Aaaa, a irmazinha não fala...". Meu meninão também é regente e fica organizando a entrada dos instrumentos nas muitas músicas que ouvimos no carro. Meu meninão tem carreira musical, caso desista da tradução.

Meu meninão é muito empático. Fica preocupado dizendo com desespero: "o que foi mamãe, o que foi?" quando eu falo brava ou triste, usa muitos recursos quando a irmãzinha está chorando como buscar a chupetinha (e sair cantando e dançando todo feliz quando ela pega a chupetinha: "I did it! I did it"!), mostra brinquedos, canta, dança na frente dela e pede com amor: "Irmãzinha, para de chorar por favor!". Ele também deixa bem claro quando está triste:"Eu estou muito triste com você mamãe!"- isso geralmente acontece quando tem que guardar os brinquedos ou escovar os dentes. Mas ele é tão bonzinho. Ajuda os amiguinhos e quase sempre divide o que tem, conta com apreensão sobre um amiguinho que caiu ou machucou na escolinha, ou quando o Enzo empurrou alguém, de novo. Além disso, meu meninão tem um raciocínio único e não se deixa enganar. Ontem mesmo, enquanto ele jantava e eu comia bolo e amamentava a irmãzinha ele falou: "Mamãe, sua comidinha é bolo? Mas a irmãzinha não gosta de bolo com chocolate, não é bom pa saúde!". Ele também conhece os parentescos de todas as pessoas, pergunta quem é casado com quem e depois da fase do "por que?" agora está na fase do "como?" e quer descobrir o como de tudo. Com tanto jogo de cintura e curiosidade, meu meninão se não quiser ser músico vai poder ser diplomata ou cientista, pode escolher.

Meu meninão está dando seus primeiros passos rumo à independência. Já tira a roupa sozinho, não usa mais fraldas, sabe guardar seus sapatos e roupas no lugar, separa as roupas sujas pra mim e põe na máquina de lavar. Meu meninão é um super ajudante, não pode me ver na cozinha que já vem arrastando sua "cadeira de ajudante" e dizendo: "mamãe, deixa eu te ajudar por favor!!!", com cara de gato do Shrek. Me ajuda a fazer bolo, já conhece as medidas e sabe até separar a clara da gema. Meu meninão vai dar um "chef" de mão cheia!

Meu meninão apesar de tão grande, é tão medroso. Tem medo de pular alto, tem medo de andar de bicicleta, tem medo de gente de máscara, tem medo de mergulhar na piscina, de dormir sozinho e de barulhos fortes. Por isso mesmo entramos na aula de ginástica e para a minha surpresa, meu meninão aprendeu a virar cambalhota super rápido, apesar de ainda fugir das barras e não gostar de ficar embaixo do "paraquedas" com os outros amigos. O que mais me deixa feliz no entanto é que quando está com medo, meu meninão corre pra mim. Ele não tem dúvida de que mesmo sendo muito grande e muito forte (como ele contou para todos que estava ficando, agora que ia ganhar 3 anos) o braço da mamãe sempre vai estar aqui pra ele, pra dar a mão, pra dar beijinho, pra segurar e não deixar cair, pra dormir junto enquanto ele coloca a mãozinha no meu rosto e eu faço "coquinha" nas suas costas, embora prefira o papai pra dormir. Meu meninão pode até ser astronauta (agora que sabe virar cambalhota, todo mundo sabe que isso é requisito essencial) mas sabe que em nenhum planeta vai achar um lugar tão seguro quanto meu colo. Meu meninão vai querer ficar comigo pra sempre, grudadinho como veio ao mundo, como se deve ser!!! E ai de quem diga o contrário.

Sabe meninão, mamãe tem tanta saudade de quando você era só um bebezinho, molezinho e sorridente como sua irmãzinha. É claro que é um deleite sem fim ver você crescer, descobrir o mundo. Mas enquanto vejo isso acontecendo e vou projetando em você tantos sonhos bobos, tantos planos que você vai mudar com sua própria história, meu coração aperta, meus olhos enchem de lágrima de alegria e tristeza. Queria congelar você, queria ter uma câmera embutida que registrasse todo e cada momento para que eles não se apagassem nunca, para que eu não esquecesse dessa sua vozinha gostosa, das suas risadas soltas, da sua mãozinha macia no meu rosto ou na minha mão quando atravessamos a rua (e só nessa hora). Queria guardar nas bolhas de sabão que você tanto adora soltar cada momento tão precioso, tão gostoso que passamos juntos, eternizar essas horas que não voltam mais. É claro que eu quero que você cresça e vire um moção muito independente e realizado com o que você quiser ser, que goste de escovar os dentes (e isso acontece?) e não avise que quer fazer cocô 2 segundos antes de fazer. Mas se eu pudesse escolher mesmo, guardava você assim, não acho que possa ficar mais gostoso do que isso. Não estou nem um pouco ansiosa pelos dias que você não vai mais querer dormir com a mãozinha no meu rosto, que não vai acordar de manhã pedindo sua "dedeira", que não vai pedir para eu brincar com você só mais um pouquinho ou para eu sentar no cantinho e ler um livro pra você, que não vai mais querer correr atrás dos patinhos e esquilos no parque, que não vai mais sair catando todas as pedras e pauzinhos que encontra pela frente, que não vai mais me encher de beijinhos, que não vai mais querer tocar todos os instrumentos do mundo e cantar músicas que nem malucos no carro comigo, ou que não vai mais me chamar enquanto eu digito: "Mamãe, eu e irmãzinha queremos que depois que você termina o trabalho você vem aqui brincar com nós, tá bom?".

Mas bom, meu meninão, a vida é assim mesmo, há de se crescer e olha você ai, não mais um "toddler", mas agora um "preschooler" como dizem por aqui. Um verdadeiro meninão tão bacana, lindo, esperto, uma alegria por onde passa. Mamãe fica num gosto só, se sentindo tão abençoada de ter 3 anos de você - o meninão mais especial do mundo, o meu meninão.

13 comentários:

Camila disse...

:'o)

Mariza disse...

Lindo!!!
Parabéns pelo meninão!!!
Saudades de vcs...
Beijinhus...

{ * } disse...

ai, minha júlia está com 6 meses e tenhos os mesmos sentimentos... nem imagino como será com 3 anos...rs...
paabéns para o seu meninão :)
karenina
http://www.juliaontheway.blogspot.com/

Lígia disse...

Acabei de ler o post abaixo e dar risadas com o bolo disfarçado e agora acabo e ler este com lágrimas descendo pois eou sentindo mesma angústia de pensar que não conseguirei lembrar de todos os momentos tão lindos do meu pequeno em crescimento,como ontem ele vestido de caipirinha e bigode de lápis de olho, fazendo cara franzida e falando que estava tite (triste)...
Mais uma vez parabéns por escrevr tão bem!!!

Mari disse...

lindo lindo lindo.

(e eu também tenho medo de gente de máscara)

beijos e parabéns pro meninão!

cecisantiago disse...

Oi Keiko, snif, snif, lindo este post! PArabéns Zack!!Não temos mesmo como congelá-los né? Fico me esforçando pra gravar tudo que se passa com meu pequeno, gravar no coração e na alma as emoções de vê-lo descobrindo o mundo. E rezando pra que passe beeeem devagar (isto quando ele não está "possuído"de denação e resolve fazer 500 mil coisas que não pode e eu anseio pra que cresça bem rápido kkkkkk). Mil beijos, Ciça

Lúcia Soares disse...

Keiko, com toda a tcnologia de hoje, dá pra você registrar tudo o que quiser! É só estar com a máquina sempre a mão, né?
As lembranças se perdem da memória sim, é uma pena. Por isso ver fotos, vídeos, é tão bom.
Não confie em computador, grave tudo em CD pra não ter perdas. E aproveita bem esses anos da infância dos filhos. São os melhores de nossas vidas, quando temos uma família estruturada, claro. Beijos no Zack, cheirinho no pescoço dele, que é meu ponto predileto nas criançs. Deus abençoe esta linda família!

Marco Aurelio Brasil disse...

Sem desmerecer, acho que qualquer pessoa que tivesse uma mãezona capaz de uma poesia em prosa assim seria imediatamente guindado à condição de meninão. Eis aí um enigma tostínico: Zack é um meninão porque Keiko é uma mãezona ou o contrário?

Lucy C disse...

Querida, minha amiga da igreja, Kimberly vai tb ver os videos do programa vegan/raw lifestyle. checa teu gmail que te mandeis os arquivos. beijos!

Deby disse...

Lindo, lindo, lindo!!
Assim como seu meninao.
Que Deus o abencoe sempre.
bjinhos nos dois (nos tres pra Nina nao ficar com ciumes...rsrs).

Flávia disse...

Keiko,

Há quanto tempo! Você teve outro neném? Uma menina? Faz muito tempo que não passava por aqui. Que legal! O universo feminino é tão mais interessante que o masculino em todas as fases da vida!

Beijinhos atrasados de aniversário para o Zack.

Turma do Iglu.

Isabela disse...

Oi Keiko,

Parabéns pro seu meninão, parabéns pra vc tb pela família linda.

Que Deus e Jesus continuem abençoando vcs mais e mais.

Bjs,

Isabela.

Renata disse...

Morri de tanto chorar com esse texto! Lindo e perfeito. Como seria bom se pudessemos eternizar cada momento!! ai ai...

beijos