6

De onde vem a fama

Todo gringo que se preze sabe que no Brasil só tem macaco, floresta e índios. Ou talvez alguns já saibam que esta é uma visão completamente ultrapassada. O Brasil agora é lugar de malandro.

Na nova série que começou hoje para preencher minhas noites sem séries, a mãe abandonou o filho e fugiu, adivinha pra onde? Pro Brasil, é claro. O filho abandonado por sua vez, ainda tinha uma visão retrógrada, desenhou a mãe no meio da selva, no Brasil, estas crianças...

Em outra série um fugitivo da polícia é rastreado ligando de onde? Sim meus caros, do Brasil.

Uma amiga da faculdade tem uma parte da família super problemática, gente confusa a beça com os quais a parte civilizada da família, que mora no Canadá, não quer nem conversa. Dispensável dizer que a família problemática mora sim, no Brasil.

O marido da minha orientadora, neurologista, contou um dia todo orgulhosos que foi a um Congresso no Brasil. Bacana, congresso é coisa de gente civilizada. Mas ele completou todo feliz que do congresso ele nem lembra, mas que das caipirinhas ele jamais se esquecerá.

Excessão salvadora da pátria, literalmente, é um colega de trabalho que tem dois amigos que trabalham em uma ONG no Brasil e estão adorando a experiência, nas favelas em Recife e agora em Belo Horizonte. Mas pelo menos favela é uma realidade. Não que o resto não seja, mas daí a o pais ser isso só...é triste.

6 comentários:

Sergio e Marilena disse...

Olá Keiko,

há algum tempo atrás recebi um convite de casamento e como estava grávida e com mais duas crianças pequenas em casa resolvi comprar o presente pela internet.
Também senti saudades do tempo em que eu ia na loja escolher o presente pessoalmente e escrevia de proprio punho uma mensagem de felicidades. Agora compro o presente pela internet, mando entregar e junto com o pedido já digito a mensagem. Pra ser ainda mais impessoal tem a opção de usar um modelo pronto que os sites fornecem. Uma pena!

Marilena

Inêssa disse...

Quanto tempo Keiko! Saudade de seu cantinho! Gringo só sabe isso mesmo daqui e a meu ver, em congressos, os organizadores fazem questão de deixar claro que aqui é lugar bom mesmo para se divertir. Estou lendo os meus posts atrasados, afinal, não vou perder a chance de uma boa leitura. Beijos e bom encontro com a galera do iglu. Eu bem queria ser uma mosquinha (tem disso em Vancouver?) para participar desse momento histórico na blogosfera.

Flávia disse...

Keiko,

Pois entre a galera que trabalha comigo aqui no hospital, os poucos que jah foram ao Brasil adoraram.

Beijinho.

Lilian disse...

Triste, né? Não sei se vc lembra, mas a cidade do Rio quis processar os criadores dos Simpsons pelo episódio q denegria a imagem do Rio.

E aquele filme cuja capa do DVD é horrorosa -- uma menina deitada numa rede toda costurada, nem sei o nome, mas acho q é no Brasil, uma turma de jovens vai a um lugar paradisíaco e as férias se tornam um pesadelo com uma gangue de venda de órgãos atacando o grupo, acho q é isso...

Triste essa imagem de Brasil q o povo tem. Olha q coisa engraçada, semana passada encontrei um senhor Afro-americano que trabalha no K-Mart e q já foi MUITAS vezes ao Brasil!! Ele queria saber como terminou a série da Globo (q agora parece q virou filme, vi na Veja e avisei pra ele) Cidade dos Homens. Se alguém souber, me dê um toque! :)

carol disse...

poi e keiko, isso entristece mesmo... mas fazer o q? muita coisa e verdade... nao a parte dos indios, q foram dizimados, coitados... mas a parte da cachaça e real!!! e fora os ladroes, a prostituiçao, infantil inclusive, e a corrupçao... ainda bem q os gringos nao entendem muito o portugues, pq se vissem o q a gente ve ficariam ainda mais assustados... por isso sonhamos tanto em nos mandar daqui, ir p um pais mais civilizado, onde haja pelo menos respeito pelo povo!!!
bjs, ah! estou esperando seu livro!!!! serei a primeira a comprar!

Deby disse...

Sem falar que eles não sabem que aqui tem açúcar.
Eu tava vendo (ou tentando ver) um daqueles filme do cachorro Bettoven e os bandidos iriam fugir adivinha pra onde?? Brasil!!! Pode??

Ah! que povo chato esse, né??

bjinho