6

Irritações

Bom, bom, a Deby agora deu pra me dar lição de casa, tuuuudo bem, vou fazer como eu faço com meu aluninho, ao invés de "homework" a gente tem "homefun", assim tudo é diversão:-) A tarefa em questão é falar o que me irrita. Claro, poderia falar sobre a política, injustiças sociais, mas pra que? De coisas úteis e reflexivas o Google está cheio, vamos às inutilidades.

1- Quando me falam pra fazer alguma coisa e eu não tenho inspiração para a mesma (calma Deby, não é só você. Meu irmão as vezes me liga desesperado a qualquer hora do dia ou da noite e me pede para fazer coisas urgentes, tipo assim: "tem uma apresentação para os representantes da FIESP amanhã e eu preciso que você prepare alguma coisa super extraordinária, inteligente, divertida e que faça com que eles doem cada centavo que têm para tal projeto e ainda saiam pedindo pra doar mais- certo, muito simples - mas eu o amo mesmo assim, o que vale para você também Deby :-)

2- Querer comer e não poder, e não porque seja ilegal ou imoral, mas só porque engorda. Por isso mesmo eu quase nunca estou irritada (como diz um amigo meu, papo de fugitiva de spa esse, eu sei, eu sei...fazer o quê?).

3- Continuando esse papo de gordinha (alguém tem o telefone do vigilantes do peso aí? Acho que meu caso é só com terapia), me irrita profundamente quando alguém me pede o último pedaço de alguma coisa muito boa que eu esteja comendo (pô, fala sério, por que não pede antes?), ou pior, quando eu guardo um último pedaço na geladeira, fico pensando o dia todo em chegar em casa e comer e quando eu finalmente chego...não está mais lá. Princhuco é geralmente o alvo da minha fúria nestes momentos. - Nossa, eu sou um monstro!

4- Coisas que tem que tomar cuidado, e mesmo tomando cuidado quebram. Ok, explica-se. Eu não sou uma pessoa exatamente apegada aos meus eletrodomésticos, panos de prato, essas coisas de casa/cozinha, não tenho nenhum amor por elas. Sou do princípio que elas devem te servir e não te fazer de serva. Então por que mesmo eu comprei um fogão daqueles dos Jetsons, que tudo que cai, mancha, se arrastar a panela, arranha e finalmente, mesmo cuidando mais dele do que do marido, o infeliz (o fogão, não o marido) tem a ousadia de quebrar???

5 - Quando quero achar alguma coisa e a mesma não está onde deveria estar. Mesmo sabendo que 99% das vezes, fui eu mesma que não coloquei no lugar certo. O que aliás, também me irrita - eu coloco as coisas fora do lugar, sei que depois não vou achar, mas sempre penso: "não, eu vou lembrar" - eu, hein? É cada louco....se eu sei que vou me irritar por que não coloco logo no lugar?

6- Quando eu tenho que ser simpática em situações sociais quando na verdade eu queria mesmo era estar dormindo, estrangulando o interlocutor ou estar apática, tipo...não quero conversar e ponto (isso sempre acontece em meios de transporte públicos - tem coisa pior do que estar confinado naquela cadeira de avião por 12 horas, e ainda ter que ficar puxando assunto com o cidadão do lado sobre quem eu nada quero saber e nunca mais vou encontrar na vida? Me deixe ler ou dormir em paz!)

7- A Xuxa - e não é que eu era fã número 1 quando era criança pequena lá em Barbacena? Não sei o que me irrita mais, ela ou todas as músicas dela que eu sei de cor. Não fosse a "Casa de Brinquedos", "Saltimbancos" e "Arca de Noé" disputando minha atenção, hoje eu seria um caso musical perdido. Agora não me pergunte como foi que eu lembrei da Xuxa agora...estranho, acho que foi tanta irritação pensando no que me irrita que aquela voz loira surgiu na minha caixola.

Vou parando antes de revelar minhas idiossincrasias mais assustadoras e antes também que Princhuco acorde e aumente infinitivamente a lista. Aos que não me conhecem e depois disso vão fazer questão de não me conhecer e de não ler este blog irritado nunca mais, cabe o esclarecimento de que eu não sou obesa (tenho potencial, mas ainda falta um pouco), não guardo mais minha coleção de discos da Xuxa e dificilmente fico irritada de verdade... alliás, normalmente eu até sou simpática :-) Aos que me conhecem e não sabiam desta minha faceta preguiçosa/ gulosa/ desleixada/ esquecida/anti-social e ex-fã da Xuxa, bom... só lamento, já era tempo de conhecer a verdade. Se bem que é pouco provável me conhecer e já não saber da verdade.

Bom Deby, voilà minha cara, tá feita a homefun.

6 comentários:

Dada disse...

Siiimmm... keiko eu jah disse mais de mill vezes q vc tem a RUDEZA do SER
e nao vem com essa listinha de apenas 7 intens..... hehheheh.. tah achando q engana?

Deby disse...

iii!! espero não ter te irritado, mas da minha "enormeeee" lista de contatos, vc com certeza é uma das poucas que escreve divertidamente bem e que faria valer a pena ler suas irritações. Dito e certo. Foi divertidíssimo!!
Valeu, querida!
Ah! fiquei emocionada ao ler sua declaração de amor a minha pessoa. Muito obrigada!! Posso dizer tb que em Jesus, eu amo você tb e prometo nunca mais te pedir essas tarefinhas...hehehe
Deus te abençoe cada vez mais.
bjinhos

Inêssa disse...

Essse post tá parecendo um quadro de um programa chamado irritando Fernanda Young, que passa no GNT. Só se conversa sobre coisas irritantes. Agora, fala sério, atire a primeira pedra quem não se irritou com algum desses itens citados!

Marcia disse...

Soh passei para dizer que finalmente eu achei alguem que acha a Xuxa um saco :)

Dani,Luiz e Annie disse...

também me irrito quando quero encontrar algo e que não está no devido lugar. Vc anti-social??? Tem certeza? Não parece!

Lilian disse...

Agora é a minha vez... concordo com tudo, parece eu mesma escrevendo... (menos o número 2, infelizmente -- não consigo engordar, só emagrecer, parece maldição, sério!) e... exceto, claro, a tal da Xuxa, pois a minha geração mais 'experiente' é outra, minha cara... eu sou do tempo do Balão Mágico. Na época da Xuxa eu já estava no segundo grau, quase na faculdade.

[Aliás, falando em Balão Mágico, uma das maior decepções da minha vida foi me deparar com os discos do Balão lá em São Luiz do Maranhão na casa da avó do seu ex-professor (na minha lua de mel ainda por cima) e descobrir que TODAS as músicas eram "importadas" -- hispanas ou italianas. Foi de matar.]

Mas o resto... perfeito. Fazer coisa sem inspiração é péssimo, eu sempre quero o último pedaço pra mim!, Nunca acho nada, é um saco ser simpática à força, e eu também quebro as coisas...

Foi divertido ler sua lista. Jóinha ;)